Respeite a sua recuperação e melhore seu sono #Dica 3

Lembre-se de que treinamentos pesados só funcionam se você permitir que seu corpo se recupere. Você precisa de passeios leves e dias de folga também. Nessa situação, a fadiga atrapalha todas as adaptações que fazem de você um melhor “queimador de gordura”. Em qualquer semana, recomenda-se não fazer mais de três pedais “pesados”, que podem ser este intervalado. Lembre-se também de ter um sono adequado. O sono é quando seu corpo se “auto-repara” e se recupera totalmente. Além disso, pesquisas demonstram que ao “economizarmos” no sono, retardamos nosso seu metabolismo, o quê, obviamente, não é benéfico para a queima de gordura, podendo levar ao ganho de peso.

Você sabe qual a sua Zona Aeróbica? #Dica 2

Você sabe qual é sua zona aeróbica? Se não sabe, faça o seguinte: em primeiro lugar, você precisa de um equipamento para medir a sua frequência cardíaca (FC) de maneira continuada. Você pode utilizar um frequencímetro, aparelho cada vez mais comum e barato. Pegue a sua idade, e faça o seguinte cálculo: 220 menos sua idade. Pronto! Esta é a sua frequência cardíaca máxima (FCmax). A partir daí, sua zona aeróbia será de 60 a 70% deste valor. Vamos a um exemplo. Se você tem 30 anos, sua frequência cardíaca máxima será de 190 BPM (batimentos por minuto). E sua “zona aeróbica” será de 114 a 133 BPMs. E com a melhoria do nosso condicionamento, a tendência é termos nosso batimento cardíaco mais baix

Zonas de Treinamento

Conheça quais são elas, suas intensidades e o que cada uma traz de benefício para a evolução do seu pedal. Conhecer as zonas de treinamento, ou zonas de frequência cardíaca, é fundamental para saber como o seu corpo se comporta durante a pedalada e se o treino está adequado para seu objetivo. Além disso, ao saber a quantas anda o seu coração sob determinado esforço, você consegue alcançar mais rápido suas metas e ainda diminui os riscos de lesão. “Respeitar as faixas de frequência significa respeitar os limites do corpo”, afirmou o treinador Ricardo Arap. O nosso corpo se comporta de uma maneira diferente em cada uma das zonas de treinamento. Por isso, é importante saber quais são as faixa

Queimadores de gordura no pedal #Dica 1

Sejamos sinceros, não adianta nada gastar uma fortuna na busca por tornar a sua bike mais leve, enquanto você segue “pesado”. Mesmo que seu pedal não seja de “performance”, uns quilos a menos sempre vão bem, né? E nada melhor do que eliminá-los fazendo o que a gente mais gosta: pedalar! Separei algumas dicas que, ao longo das próximas semanas, iremos abordar. Dica 1 - Adicione alguns intervalos difíceis a sua rotina de pedal: Para maximizar a sua capacidade de queima de gordura, recomenda-se fazer o que consideramos como “intervalos milagrosos”, uma ou duas vezes por semana (mas não mais!). Estes intervalos são muito curtos, cerca de 10 a 30 segundos de esforço máximo com recuperação compl

Tudo o que sobe, tem que descer.

Essa dica foi enviada por uma aluna querida! É um blog voltado para mulheres, ciclistas de MTB. Mas as dicas a seguir, valem pras Brutas e pros Brutos. Ah! Você não se considera uma bruta ou um bruto???? Hm.... acho que só você ainda não viu a brutalidade que cresce, todos os dias, dentro de você. Bora ver o que a Miss Bike trouxe pra gente!! NÃO SENHORA! NADA DE DESCER DA BIKE NA LADEIRA!!!! Já aprendemos aqui a subir com técnica e motivação! Agora vamos aprender a descer, vencendo a tensão, o medo, o pânico, o terror, os obstáculos e tentar, ao máximo, aproveitar a descida! No MTB tem 5 dicas básicas pra você descer como uma Diva e não cair como uma fruta madura: 1 - BUNDA PARA TRÁS: Para

9 dicas para os treinos de ciclismo

O ex-ciclista profissional Chris Baldwin é bicampeão na US National Time Trial Championships e hoje é coach profissional. Sua filosofia de treinamento é produto de mais de 15 anos de experiência na área. Aqui ele compartilha como formou esta filosofia e suas nove dicas de ouro para os treinos de ciclismo. Minha sede na ciência da performance cresceu conforme eu escalei, lentamente, a escada do ciclismo profissional “Disse Baldwin”. Eu reuni informações vindas de qualquer literatura que eu encontrava e, mais importante, questionando outras pessoas. Tenho certeza que eu pressionei muitas pessoas de uma maneira errada, mudando de conversa corriqueira para interrogações sobre as ‘bases’ de seus

Como saber o grau de dificuldade de uma trilha?

Sempre que houver um convite para um pedal, é bom saber o nível de dificuldade do percurso. Tanto no asfalto, quanto em trilhas, o grau de dificuldade, geralmente é determinado por três fatores, que podem vir combinados ou não: distância (km), subidas (quantidade e graus de inclinação) e trechos técnicos (esse mais aplicável ao MTB).O Grupo Rebas do Cerrado foi pioneiro em elaborar uma Tabela de Classificação de Trilhas por Grau de Dificuldade. Eu acho super bem explicativa e de fácil compreensão, e a grande maioria dos grupos adota os mesmos critérios na hora de “classificar” o nível da trilha. Mas é sempre bom dar uma checada com os organizadores sobre os critérios adotados para a classifi

Exercícios para ganhar velocidade

A habilidade de pedalar rápido no ciclismo não se restringe apenas a uma boa aceleração, mas está relacionada principalmente à capacidade de manter uma velocidade alta e constante durante um longo trajeto ou período de tempo. Assim, os conhecidos tiros de velocidade são apenas parte do treinamento para que o ciclista tenha uma evolução nesse sentido. Segundo Ricardo Arap, diretor técnico da Race Consultoria Esportiva, o ganho em relação à velocidade média só acontecerá a partir de um trabalho mais amplo, que envolva também o desenvolvimento de outras qualidades importantes ao ciclista. “Quanto melhor e mais experiente o atleta, maior a importância dos detalhes técnicos e biomecânicos para es

Por que persistir é tão importante?

Esse domingo foi a estréia da Equipe #NoExcuses nas Competições de MTB. Parece estranho quando falo em equipe, porque atualmente, é uma equipe de duas pessoas rsrs Somos eu (Roseana Lima) e ele (Wagner Assunção): atletas, empreendedores, marqueteiros, divulgadores, organizadores e patrocinadores. Somos os competidores e os apoiadores, um do outro. Por isso, nada mais justo que, na primeira prova do ano, corrêssemos em dupla. Passamos por algumas dificuldades, a começar com o tempo de treino que me fez muita falta, a largada muito tarde (10h), o sol que veio pra mostrar serviço, um acidente logo no início da prova que desorganizou a organização e atrapalhou os pontos de apoio de água dos atl

Melhore sua performance nas descidas de bike

Para os ciclistas, a descida é certamente um dos momentos mais empolgantes do esporte, que envolve muita velocidade, técnica e sangue-frio estrada abaixo. Para conseguir reunir esses três elementos, valem algumas dicas que vão ajudar você a melhorar sua performance nas descidas de bike na estrada. Cautela A descida leva o ciclista a explorar os limites da velocidade, por isso, em qualquer situação, é preciso ter cautela. Pedalar rápido é diferente de ser imprudente, portanto não se deve assumir riscos desnecessários. Nunca deixe a emoção da descida tomar conta de você, lembrando que é sim possível vencer uma corrida na descida, mas é muito mais fácil levar um tombo e colocar tudo a perder. A

Seguro de Bike, você já fez o seu?

E que tal começar o dia e a semana com uma notícia boa??? Nada melhor do que isso né? Então, olha o e-mail que recebemos do Bike Registrada: Olá bom dia, tudo bem? Você já pensou em ter um seguro para sua magrela? Foi pensando em você que o Bike Registrada realizou uma longa pesquisa e conversa com várias seguradoras e encontrou atualmente o melhor seguro para Bikes do Brasil! O Protector Bikes, um seguro específico para bicicletas que traz as coberturas para roubo e furto, danos, acidentes e responsabilidade civil. E para você que já é Bike Registrada, possui o SELO DE SEGURANÇA e realmente se preocupa com um pedal mais seguro, firmamos uma parceria onde você ganha o desconto de 7% na contr

Treino em subidas curtas

É fato que a maior parte dos ciclistas não conta com uma montanha ao lado de casa onde possam treinar para provas com longas subidas. Sendo assim, só podem optar por se locomover até a serra mais próxima ou recorrer aos treinos em subidas curtas mesmo, que também podem ser eficientes na preparação para encarar escaladas intensas e prolongadas. Por isso conversamos com Vinicius Cossani e Alexandre Chad, treinadores da equipe de ciclismo Velo48/Cannondale, que deram algumas dicas de como tirar proveito do treino em subidas curtas. Confira! Varie a forma de subir Para reproduzir o estímulo de uma longa escalada em uma subida curta, o jeito é ter paciência e subi-la várias vezes seguidas. Contu

Como aumentar o fôlego no pedal

Quando se fala em desempenho no ciclismo, logo se pensa em aperfeiçoar a técnica de pedalada, melhorar a resistência na subida, treinar a cadência, entre outros fatores que influenciam diretamente a performance. Mas poucos ciclistas se preocupam com um detalhe que pode fazer uma grande diferença: a respiração! Aumentar o fôlego no pedal é fundamental. Respirar de forma inadequada faz com que o aporte de oxigênio seja insuficiente para o bom funcionamento do organismo durante o esforço no pedal. Quando isso ocorre, há prejuízo do desempenho, visto que as células utilizam o oxigênio para produzir energia e realizar a contração muscular. Não há uma técnica propriamente dita sobre como respirar

SPECIALIZED LIDERA INVASÃO DE MOUNTAIN BIKES ELÉTRICAS NO BRASIL

A 1ª etapa da Copa Internacional de Mountain Bike 2017 em Araxá (MG) terá competição inédita com E-Bikes, fortalecendo o futuro das bikes de trilha assistidas por motor elétrico A mountain bike assistida por um motor elétrico (e-MTB), como a linha Specialized Turbo Levo, é uma novidade no mercado brasileiro, que une competências para revolucionar o universo do ciclismo. Tudo isso representa um desafio e uma oportunidade para os participantes da nova categoria E-Bike da CIMTB 2017, que estará presente nas quatro etapas, que faz sua estreia em Araxá, Minas Gerais, no sábado, dia 4 de março, a partir das 8:30 da manhã! A inédita competição de E-Bikes (aberta para os participantes com qualque

Sente dor nas costas ao pedalar?

O ciclista passa muito tempo em cima da bike, de modo que o exercício exige um bom preparo não apenas das pernas, mas também da musculatura responsável por manter o tronco numa posição ereta sobre o selim. Por isso, um problema bastante incidente em quem pedala é a lombalgia (dor na região lombar). A seguir, o médico do esporte Roberto Ranzini, que é membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, explica o que é e como prevenir a dor nas costas ao pedalar. O QUE É? A lombalgia é caracterizada por uma dor aguda na região lombar, ocasionada por um processo inflamatório que pode acometer pontos da vértebra ou os músculos responsáveis por sua sustentação. É um quadro bastante comum

Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • Strava
  • White YouTube Icon
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now